Branqueamento dentário: o que devo saber?

Ter uns dentes imaculadamente brancos é o sonho e o objetivo de qualquer pessoa. No entanto, nem sempre é fácil obter essa perfeição. Atualmente, já existem soluções acessíveis que nos possibilitam ter um sorriso novo e renovado.

O branqueamento dentário é um tratamento que tem como objetivo promover alterações na coloração dos dentes e melhorar a cosmética dentária, tornando os dentes mais brancos sem os danificar. Trata-se de um procedimento médico em que o gel branqueador, composto por peroxido de hidrogénio, entra em contacto com a superfície do dente, penetra no esmalte e libera moléculas que provocam a descoloração tornando-o mais claro. Para além disso, o branqueamento dentário é composto por substâncias que previvem a desidratação e aumentam a estabilidade da cor.

Por que motivo os dentes ficam manchados ou escurecidos?

Com o passar dos anos os dentes tendem a escurecer de forma natural. No entanto existem alguns hábitos que provocam o seu escurecimento:

  • Consumo de café, refrigerantes, vinho tinto, entre outros
  • Comer alimentos altamente pigmentados como cerejas ou amoras
  • Tabaco
  • Má higiene oral
  • Uso de antibióticos durante a formação dentária
  • Dentes desvitalizados ou que foram tratados há algum tempo

Saber a causa do escurecimento dos dentes é determinante para o sucesso do tratamento, uma vez que permite identificar a técnica mais adequada e obter um resultado mais rápido.

Qualquer pessoa pode fazer branqueamento?

Não. É sempre determinante aconselhar-se com um médico dentista para avaliar a sua situação. Caso seja alérgico a algum componente do branqueamento, apresente problemas nas gengivas ou tenha muitos dentes restaurados, não é aconselhável fazer branqueamento. Também às mulheres grávidas ou a amamentar e às crianças e adolescentes até aos 15 anos, não é aconselhável a realização do tratamento.

Que tipos de branqueamento existem?

  1. Em casa: através da utilização de uma moldeira feita pelo médico dentista durante a consulta com o formato dos dentes. Nestes casos o paciente utiliza a moldeira para colocar o gel branqueadora e aplica-a entre 7 a 15 dias, durante alguns minutos.
  2. Na clínica: através da colocação direta do gel branqueador sobre os dentes, que é ativado com uma luz. Cada sessão tem uma duração de 15 minutos e o número de sessões varia de pessoa para pessoa mediante o caso.

Em todo o caso, ambas as técnicas podem ser complementares. Quando utilizadas em conjunto, o efeito de branqueamento tem uma maior duração. Para a aplicação de qualquer uma delas, é obrigatório a realização de uma consulta com um médico dentista.

Que medidas devo tomar durante e depois do branqueamento?

Durante a realização do tratamento deve ter cuidado especial com aquilo que consome, evitando bebidas e alimentos ricos em corantes. Para além disso, deve também evitar fumar. Exemplos de bebidas ou alimentos que deve evitar:

  • Chá
  • Café
  • Vinho tinto
  • Frutas ácidas

Depois de terminado o tratamento, pode voltar aos seus hábitos alimentares normais, no entanto se consumir este tipo de alimentos com moderação, o efeito do branqueamento durará mais tempo.